Capa do livro: Trabalhadores não precisam ser pobres

5 razões para ler “Trabalhadores não precisam ser pobres”

Foi lançado recentemente o livro “Trabalhadores não precisam ser pobres”, obra da Editora DSOP em parceria com a ABEFIN (Associação Brasileira de Educadores Financeiros). E eu tive a honra e felicidade de fazer parte desse projeto e compartilhar um pouco do meu conhecimento como educador financeiro. Uma experiência fantástica. Sempre digo que tenho um compromisso sério com meu propósito de vida. E cada vez mais estou dedicado em cumpri-lo diariamente com ele: ajudar o maior número de pessoas a alcançar a sua independência financeira!

Desse modo, tenho trabalhado muito para entregar todo meu conhecimento (e sempre aprender mais!). Seja com conteúdos digitais, cursos, e agora meu segundo livro (clique aqui para conhecer meu primeiro livro). Estou muito feliz com esse projeto, e é mais um passo para que eu continue levando a educação financeira para mais trabalhadores. Dá uma olhada nesse vídeo que mostra um pouco de como foi o lançamento dele aqui em São Paulo:

Então, resolvi compartilhar aqui no blog 5 razões para você ler esse lançamento. Será que vale a pena para você? Continue lendo o post e descubra.

1) Por que a educação financeira é fundamental na sua vida?

A educação financeira é comportamental, por isso mesmo ela é para todos. E esse é um livro para você entender de uma vez por todas o que é a educação financeira e o que você precisa fazer para conquistar seus objetivos. A ideia desse conteúdo é justamente compartilhar com o leitor que nós não precisamos ser apenas pagadores de boletos. Independentemente da sua condição financeira hoje, o livro ajuda você a enxergar caminhos e alternativas possíveis dentro dos seus limites. E claro, formas de aumentar esse tal limite.

2) Estudo aprofundado

Apesar de ser um grande defensor dos conteúdos nas redes sociais, afinal, eu mesmo trabalho com isso. Sinto que as pessoas precisam se dedicar mais em conteúdos estruturados. Algo que tenha começo, meio e fim. Seja um curso, um e-book ou um livro. Ou seja, algo que você consiga acompanhar, anotar e refletir. Quando você vê um post no LinkedIn ou um vídeo legal no Instagram, você provavelmente não pega um caderno e anota o aprendizado. E o que isso significa? Que você consome muita coisa, diferentes tipos de conteúdos e opiniões e acaba não conseguindo tomar decisões importantes para os seus sonhos. Porque, mesmo sabendo muita coisa, você sente que ainda não sabe o suficiente. 

Então, ler livros sobre educação financeira, finanças, investimentos… é extremamente importante. Aliás, consumir conteúdos bem estruturados de um modo geral. Assim, você aprende de fato e colocar em prática. No entanto, desses, o melhor custo-benefício é sempre do livro. Como nesse caso onde você pode adquirir tanto conhecimento por menos de R$30.

3) Trabalhadores não estão sozinhos!

Um dos sentimentos mais comuns do ser humano é sentir-se sozinho. E também é assim com os trabalhadores, mas sabemos que, no final do dia, tem muita gente cansada, frustrada com o emprego, batalhando para aumentar salário, lutando para sobreviver e pagar as contas. E nesse livro, nós, escritores e educadores financeiros, mostramos que estamos juntos no mesmo barco, mas que existe saída.

São 11 histórias de educadores que contam, a partir de suas vivências, as descobertas que transformaram nossas vidas. Dividindo com os leitores os ensinamentos de longas jornadas. Assim você consegue aprender com nossos erros e acertos, pulando algumas fases mais complicadas desse jogo chamado vida. A partir da Metodologia DSOP, compartilhamos a importância de buscar o equilíbrio entre o SER e o TER. 

Foto do lançamento do livro "Trabalhadores não precisam ser pobres" em São Paulo.
Lançamento do Livro “Trabalhadores não precisam ser pobres” em São Paulo.

4) Visões diferentes em um único livro

Uma das coisas mais legais desse projeto é justamente poder conhecer as múltiplas visões de diferentes educadores financeiros – de todas as regiões do Brasil. Entender ali com qual você mais se identifica e qual alternativa está mais de acordo com a sua realidade. Assim como aconteceu comigo, principalmente no início da minha jornada na educação financeira, sei que muitos de vocês ficam com dúvidas. Principalmente em temas que são muito discutidos e que há diferentes possibilidades. Por exemplo, quando estamos falando sobre comprar ou alugar um imóvel: há educadores que defendem uma coisa, outros que defendem outra… e você pode acabar se perdendo no meio de tantas opiniões espalhadas pela internet. No livro “Trabalhadores não precisam ser pobres”, você acompanha uma história por completo e as razões de cada um defender tal posição. Sendo assim, fica muito mais fácil analisar qual a melhor decisão você deve tomar (em diversos assuntos).

5) Aprenda a gerar patrimônios

No meu capítulo do livro, eu falo a importância de você se apaixonar por investimentos e não por dívidas. Por mais que isso não faça o menor sentido, é isso que os números comprovam. Desse modo, nele eu faço um convite ao leitor para quebrar uma espiral negativa da cultura do brasileiro com o dinheiro, que é percorrer o pagamento de dívidas e nunca fazer investimentos.

Além disso, reforço também a compreensão de que ser apenas um pagador de contas, e não um gerador de patrimônio, pode ser prejudicial e afastar a concretização dos sonhos. Aqueles que são investidores e pensam no futuro, melhoram a qualidade de vida e garantem sustentabilidade para suas famílias. Falei um pouco sobre esse conceito também uma live do meu canal no Youtube, você pode assistir abaixo:

Clique aqui para comprar o livro “Trabalhadores não precisam ser pobres”

E me conta aqui nos comentários se você ficou curioso para ler o livro, ou, se já leu, o que achou?

Seu Comentário:

Posts Relacionados

31

out
Aposentadoria, Investimentos

Quais são os melhores fundos imobiliários para aposentadoria?

Você pode se aposentar muito mais rápido do que a aposentadoria do governo! Esqueça a reforma da previdência, você não precisa esperar os 30/35 anos de contribuição da aposentadoria pública. Hoje eu vou mostrar como você pode se aposentar em muito menos tempo, em 15 anos por exemplo, através dos investimentos do Mercado Financeiro. Os fundos imobiliários[…]