Descubra seu perfil de investidor e monte uma estratégia eficiente.

Qual o seu perfil de investidor? Descubra e entenda onde investir

Descobrir o seu perfil de investidor é muito importante, pois te ajuda a encontrar a cartela de investimentos ideal. Para obter sucesso você precisa, primeiro de tudo, conhecer a si mesmo. Ou seja, levar em consideração os seus objetivos e os riscos que suporta. 

O seu perfil de investidor é o resultado de uma avaliação do seu comportamento e objetivos em relação aos investimentos. Esta definição é essencial, pois agir de forma incompatível com a sua personalidade pode te trazer consequências e frustrações no futuro. Os perfis podem ser: conservador, moderado ou arrojado. 

Por exemplo, se você tem um estilo um pouco mais conservador, e faz um investimento de risco, ao ver que está perdendo dinheiro, tenderá a desistir antes de obter lucro. Por outro lado, se você tem um estilo mais arrojado e opta por investimentos conservadores, que geralmente têm baixo rendimento a curto prazo, irá retirar o capital antes que o dinheiro comece a render. Eu fiz um vídeo para o meu canal no Youtube onde explico melhor sobre os perfis.

Todo mundo tem um perfil e é super fácil descobrir qual é o seu. Ficou curioso? Pois saiba que com apenas três perguntas é possível identificar que tipo de investidor você é. Vamos lá!

Você já investiu alguma vez?

Se a resposta for “não”, você deve começar com investimentos de menor risco. Alguém que está começando a investir deve ir diretamente para o perfil conservador. Desse modo, conseguirá se habituar com o mundo dos investimentos. Além disso, também deve evitar perder dinheiro logo de cara. 

Já se a resposta foi “sim”, responda à próxima pergunta.

Você gosta de estudar sobre finanças?

Se a resposta for “não”, você também deve ir para o perfil conservador. Quando se trata de investimentos mais arriscados, é necessário o estudo e pesquisa constantes sobre o assunto. Só assim você vai conseguir encontrar as alternativas que te garantem maior rentabilidade. 

Já se você respondeu “sim”, vá para a pergunta de número 3. 

Você aceitaria perder hoje, em troca da possibilidade de ganho futuro?

Essa é uma questão bastante comportamental. Existem pessoas que conseguem conviver com a perda de dinheiro momentânea, acreditando que no futuro aquele investimento lhe trará boa rentabilidade. Por outro lado, existem aqueles que preferem tirar o time de campo quando começam a perder. 

Você respondeu “não” à pergunta acima? Então seu perfil é moderado. Já se sua resposta foi “sim”, você faz parte do perfil arrojado.

Já descobriu o seu perfil de investidor? Agora tudo fica mais fácil!
Já sabe seu perfil de investidor? Continue lendo para entender onde investir.

Descubra mais características e melhor tipo de investimento para você:

Investidor conservador

A prioridade para esse tipo de investidor é a segurança. Esse perfil geralmente abrange pessoas que estão começando a investir agora e estão focadas em não perder dinheiro. Ou então alguém que investe há muitos anos, que deseja preservar o patrimônio que acumulou durante vários anos. 

Por mais segurança que os investimentos do conservador tragam, como por exemplo: tesouro direto, CDB e fundos de renda fixa – o rendimento abaixo da média o incomoda. Sendo assim, mesmo conservador, acredito que a melhor saída é investir uma pequena parte em ativos mais rentáveis e estudar mais a Bolsa de Valores.  

Investidor moderado

O investidor moderado é aquele que também gosta de segurança, mas já está disposto a correr alguns riscos para obter lucros maiores, dependendo da situação. Possui versatilidade, e o principal objetivo dele é o equilíbrio. Geralmente esse perfil é composto por pessoas que estão com o patrimônio em crescimento e a expectativa de retorno é a médio e longo prazo. 

Aqui, a carteira de investimentos pode ser um pouco mais diversificada. Se você descobriu que tem um perfil moderado, pode combinar títulos de renda fixa com investimentos em ações, por exemplo. Aliás, uma carteira diversificada é essencial para um bom investidor.

O ideal para equilibrar essa carteira de investimento é cerca de 70% a 80% em títulos de renda fixa com prazos diferentes. E o restante em ações e fundos imobiliários. Essa diversificação suaviza os riscos e aumenta a probabilidade de lucro. Afinal, caso uma aplicação não tenha o rendimento esperado, existem outros títulos que vão equilibrar esta diferença. 

Investidor arrojado

Esse perfil é composto por pessoas que suportam as perdas a curto prazo. Esse investidor entendem que perdas são necessárias para obter lucros mais altos no futuro. Ele procura sempre por alta rentabilidade, mesmo que o investimento tenha maior risco. O arrojado possui objetivos como se aposentar mais cedo, e viver no futuro apenas da renda dos seus investimentos.

Esse tipo de investidor possui maior conhecimento de mercado e uma boa preparação emocional. Por isso, possui a segurança de utilizar estratégias que alcancem um maior lucro, com o foco mais voltado para a renda variável. A indicação é que o arrojado invista cerca de 40% de renda fixa. E os outros 60% em renda variável como, por exemplo, ações, commodities e índices.      

O meu perfil de investidor pode mudar?

Claro! Como tudo na vida, o seu perfil também pode evoluir e mudar com o tempo. Afinal, se nós mudamos, a nossa maneira de investir também muda. Conforme você for aprendendo a montar estratégias e se adaptando com o mundo de investimentos, algumas aplicações que lhe parecem arriscadas agora, podem se tornar muito mais atraentes no futuro. Ou o inverso também pode acontecer, e no futuro você irá querer preservar tudo aquilo que conquistou agora. Por isso, é muito importante buscar conhecimento e acompanhar o mercado para agir de acordo com o seu perfil e com os seus objetivos.

Conclusão

Não arrisque um dinheiro que você não pode perder. É muito importante fazer uma análise da sua vida financeira, objetivos e personalidade. E assim, usar estas informações a seu favor para montar uma estratégia que te garanta uma carteira de investimentos segura e lucrativa. 

Não importa qual é o seu tipo de investidor, existe uma regra universal: sempre diversifique sua carteira de investimentos. Além disso, ter parte do capital em aplicações menos arriscados para construir a sua reserva de emergência é essencial. Não se esqueça disso!

Por fim, me conta aqui nos comentários, qual o seu perfil de investidor?

Seu Comentário:

Posts Relacionados

31

out
Aposentadoria, Investimentos

Quais são os melhores fundos imobiliários para aposentadoria?

Você pode se aposentar muito mais rápido do que a aposentadoria do governo! Esqueça a reforma da previdência, você não precisa esperar os 30/35 anos de contribuição da aposentadoria pública. Hoje eu vou mostrar como você pode se aposentar em muito menos tempo, em 15 anos por exemplo, através dos investimentos do Mercado Financeiro. Os fundos imobiliários […]

Capa do livro: Trabalhadores não precisam ser pobres

15

out
Lucro FC

5 razões para ler “Trabalhadores não precisam ser pobres”

Foi lançado recentemente o livro “Trabalhadores não precisam ser pobres”, obra da Editora DSOP em parceria com a ABEFIN (Associação Brasileira de Educadores Financeiros). E eu tive a honra e felicidade de fazer parte desse projeto e compartilhar um pouco do meu conhecimento como educador financeiro. Uma experiência fantástica. Sempre digo que tenho um compromisso sério com[…]